WebTv

3% E LA CASA DE PAPEL FAZ NETFLIX MUDAR O RUMO DA EMPRESA

O sucesso das séries brasileiras, espanholas e de outros países está mudando a cultura da Netflix, que foca agora em mais lançamentos nacionais.

O mais conhecido serviço de streaming quer aumentar a produção de conteúdo brasileiro na plataforma. A empresa promete anunciar até o final do ano mais três ou quatro séries nacionais em breve.

Esse número é bastante relevante, levando em conta que a Netflix já anunciou outras cinco produções recentemente: 3%, Coisa mais Linda, Samantha!, O Mecanismo e Sintonia, de Kondzilla.

Série cômica “Samantha!” que tem previsão de estreia em 6 de Julho

 

Enquanto outras empresas como HBO, FOX e Disney estão entrando na briga lançando ou investindo alto em seu próprio serviço de Streaming, a Netflix dá um passo à frente e prioriza produções próprias e diminui os licenciamentos de terceiros.

Prova disso é que só em 2018 a empresa, que tem 125 milhões de usuários no mundo, investirá US$ 8 Bilhões (R$ 30 bilhões) em conteúdo original.

Segundo o vice-presidente de conteúdos internacionais, Erik Barmack,  a ideia é apostar cada vez mais em material de apelo global. Apenas 5% do conteúdo da plataforma vinha de fora dos Estados Unidos, mas devido a alguns fenômenos como 3% do Brasil e La Casa de Papel da Espanha, a empresa começou a olhar pra essa oportunidade de mercado e decidiram que precisam se conectar com usuários de todo o mundo, o que faz com que necessitem de terem os direitos globais de distribuição.

“Queremos que nossas séries atraiam uma audiência grande em relação ao custo de produção. Em alguns casos, essa audiência relevante pode estar concentrada em um mercado. É o que acontece com comédias. E há o caso de 3%, uma ficção científica feita no Brasil, que atraiu atenção na Alemanha, na França e nos Estados Unidos.”, revelou Barmack

A Netflix foi surpreendida com o sucesso da série espanhola La Casa de Papel no Brasil, não sabem a razão de tamanha identificação mas é claro que a produção se tornou parte da cultura global da plataforma.

Série espanhola “La Casa de Papel” teve sua terceira parte confirmada

 

Erick revela que vários fatores influenciam na escolha das produções produzidas pela empresa. Um deles é o poder de audiência total, mas não é o único. Outro fator importante é a construção de audiência em certos territórios, como algumas séries que se tem esse objetivo focado na Ásia.

Quanto aos materiais para o Brasil, Erick Barmack revela o que o Netflix procura e investe:

“Temos o princípio da liberdade artística. É por isso que queremos trabalhar sempre com José Padilha e Selton Mello (diretor e ator de O Mecanismo, respectivamente). E também queremos nos diferenciar da TV aberta. Não temos nada contra novelas, mas não vamos investir nelas, pois já existem emissoras no Brasil que as fazem. Temos de fornecer programação que não existe na TV aberta, como fantasia, ficção e comédias ousadas.”

Mas a Netflix alerta que, mesmo aumentando o investimento em conteúdos próprios continuarão a licenciar produtos como Star Trek e Riverdale.

O Brasil é um dos principais mercados internacionais e continua a crescer. Com base nas primeiras séries nacionais produzidas, perceberam que existe uma tendência do brasileiro consumir mais conteúdos nacionais, sem contar nos muitos talentos que o país oferece e que a Netflix está empenhada em aproveitar.

A Netflix, além de produções inesperadas, também surpreende quando o assunto é a campanha de divulgação de suas séries e filmes.

“Cada conteúdo tem sua estratégia de marketing próprio. Alguns têm apelo geral, enquanto outros são mais específicos. Na nossa visão, a própria Netflix é a nossa melhor plataforma de marketing. Encadear o conteúdo ao gosto do cliente é a forma mais eficaz de convencê-lo a continuar assistindo”, conclui Barmack

 

Confira o trailer da série brasileira “O Mecanismo”:

Sobre Daniel Pereira

Um aquariano que vive com os pensamentos no futuro mas tem grande apego com o passado. Apaixonado por arte e Comunicação. Seu maior defeito é fazer mil coisas ao mesmo tempo a ponto de não ter tempo pra mais nada e mesmo assim vive criando coisas novas pra fazer.

Confira também

NETFLIX ANUNCIA TERCEIRA TEMPORADA DE 3%

A série 3% mal estreou sua segunda temporada e a Netflix anunciou hoje, segunda dia …

Deixe um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: