WebTv

MUSEU DISPONIBILIZA MAIS DE 7.000 DESENHOS DO ARTISTA EDVARD MUNCH GRATUITAMENTE

“Grito” cabeça e braços erguidos, trabalho em pincel, giz de cera

 

Quem não conhece a famosa obra de Edvard Much intitulada “O Grito”? Mas poucas pessoas conhecem e sabem da existência de um Museu somente dedicado ao artista.

O Museu Munch fica em Oslo na Noruega e agora está disponibilizando online mais de 7.600 desenhos de Edvard. O acesso às imagens é gratuito e livre para qualquer uso.

Trata-se de uma catalogação raisonné digital dos trabalhos em papel de Munch, ou seja, um arquivamento de todas as obras do artista. Os desenhos datam de 1873, quando ele tinha apenas 10 anos de idade, a 1943, um ano antes de sua morte.

O diretor do Museu, Stein Olav Henrichsen, conta que o artista desenhava sem parar e praticamente em todo lugar.

Além dos desenhos, há também estudos de obras de quadros mais conhecidos, como de “O Grito”, no acervo. Entre o material também há cadernos de rascunho em seus anos de formação, naturezas mortas, cachorros, paisagens e retratos que permitem acompanhar o amadurecimento do estilo de Munch.

Para o diretor, tornar as obras publicas é essencial para que qualquer pessoa tenha acesso e possa ter um mergulho profundo no processo criativo do artista.

 

 O Artista

Nascido e criado na Noruega, Munch recebeu um breve treinamento formal para a pintura, mas foi predominantemente autodidata. Prolífico, deixou mais de 1.500 quadros, milhares de aquarelas, desenhos, gravura, escultura, trabalhos de gráficos e de cenografia.

Foi ligado aos movimentos simbolista e surrealista, exibiu suas obras em toda a Europa, influenciou artistas e, com isso, a trajetória do modernismo em países como França, Alemanha e a própria Noruega.

Ficou famoso logo no início de sua carreira por suas representações da angústia humana, segundo a descrição de uma exposição do artista no Museu Metropolitan, de Nova York. Revisitou com frequência temas de seus primeiros anos de carreira, explorando-os com intensidade e inspiração renovadas.

“Abraço” – Lápis – 1936-1942

 

O especialista em arte moderna e impressionismo de Sotheby’s e realizador de leilões de artes, Philip Hook, afirma:

“A fama de Munch recai desproporcionalmente sobre a familiaridade global de uma única imagem”.

Para ele, o acesso a trabalhos menos conhecidos do artista é importante para uma compreensão mais aprofundada da obra e pode também estimular o interesse comercial por ela no mercado de arte.

 

Confira algumas das obras disponíveis e acesse o site para ver todo o acervo

 

“Beijo”, Lápis, 1896

 

“Casa Vermelha e Abetos” – Aquarela – 1942-1943

 

“Desfile” – Aquarela e Lápis – 1877-1878

 

“Na Praia” – Aquarela e carvão – 1940-1942

 

“Retrato Masculino” – Lápis – 1935-1940

Sobre Daniel Pereira

Um aquariano que vive com os pensamentos no futuro mas tem grande apego com o passado. Apaixonado por arte e Comunicação. Seu maior defeito é fazer mil coisas ao mesmo tempo a ponto de não ter tempo pra mais nada e mesmo assim vive criando coisas novas pra fazer.

Confira também

EXPOSIÇÃO EM LONDRES EXPÕE VIDA PESSOAL DE FRIDA KAHLO

Um ícone feminista, uma inspiração fashion, um exemplo para a comunidade LGBT, uma das maiores …

Deixe um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: