Últimos vídeos

PAIXÃO DE CRISTO CONTADA ATRAVÉS DA DANÇA

A caminhada de Jesus Cristo ao calvário, conhecida mundialmente como Via-Sacra, é encenada tradicionalmente todos os anos em todos os cantos.

Neste ano o Balé Adulto do Núcleo de Arte da Ilha (NAI) de São Luís do Maranhão, decidiram inovar. Numa proposta inusitada, apresentaram nos dias 30 e 31 de Março no Teatro Arthur Azevedo a Via-Crúcis, um espetáculo de dança em que toda a trajetória de Jesus Cristo ganha uma nova leitura através de um contexto coreográfico.

 

“Os bailarinos, por meio de movimentos coreografados mostraram no palco o percurso feito por Jesus Cristo” contou José Menezes, coreógrafo e diretor do espetáculo.

 

Menezes também ressaltou que a encenação também é uma forma de provocar no público uma reflexão simultaneamente ao espetáculo e ao verdadeiro sentido da Paixão de Cristo.

 

“Via-Crucis, um momento inédito das artes no Maranhão, vem para mostrar ao público um contexto histórico milenar da saga de um homem que disseminou sua alma de bem querer e, por isso, foi julgado sob Pôncio Pilatos, que lavou as mãos e nada fez para evitar sua crucificação”, resumiu o diretor.

 

Com a duração de uma hora e meia, o espetáculo contou com o corpo de baile formado por: Branco Aquino, Carlos Maciel, Fernanda Costa, Fernando Saraiva, Frank Lucena, Jhennifer Botelho.  Joilson Ferraz, Karoline Carvalho, Kakau Santos, Michelle Vieira, Pamela Silva, Renan Beckman e Sheila Barros.

O coreógrafo revelou que sempre teve a vontade de montar um espetáculo de dança com a temática religiosa, e que havia feito uma experiência com estudantes do ensino médio, mas a sua vontade era montar um espetáculo com bailarinos com nível técnico de dança avançado, ou seja, mais profissional.

 

“Eu acredito que nunca no mundo tenha sido feita uma Via-Sacra só com bailarinos no palco, sem interpretação de texto, somente com passos de dança. Foi por meio da coreografia que o público identificou cada momento da história de Cristo. Foi um trabalho bastante edificante e o resultado foi muito positivo”, avaliou Menezes.

 

 

O diretor contou que foram 75 dias ininterruptos de ensaios dos bailarinos, pois todos se revezavam no palco interpretando diferentes papéis. José Menezes revelou que a maior dificuldade que encontrou para montagem o espetáculo foi a falta de apoio, que também serviu para motivá-lo a não desistir do projeto.

 

“Já havia feito experiências anteriores, e o que eu precisava era só criar as coreografias, pois todos o roteiro eu já havia concebido. Via-Crúcis proporcionou a quem assistiu uma releitura do sofrimento vivido por Jesus, que deu a vida para salvar a humanidade. Foi emocionante tanto para a plateia como para os bailarinos que estavam no palco”.

 

Sobre Daniel Pereira

Um aquariano que vive com os pensamentos no futuro mas tem grande apego com o passado. Apaixonado por arte e Comunicação. Seu maior defeito é fazer mil coisas ao mesmo tempo a ponto de não ter tempo pra mais nada e mesmo assim vive criando coisas novas pra fazer.

Confira também

SÃO PAULO TANGO FESTIVAL ESTÁ DE INSCRIÇÕES ABERTAS

O projeto tem como objetivo popularizar o tango no Brasil e incentivar pessoas a conhecer esse estilo O projeto …

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: