Últimos vídeos

A verdadeira Origem dos Minions

Os Macacos voadores de “O Mágico de Oz” nunca ganharam um filme próprios, nem os Stormtroopers de Star Wars. Mas os Minions, meros capangas do vilão Gru da animação “Meu malvado favorito” deixaram de ser coadjuvantes e ganharam um longa-metragem próprio.

Com todo o seu entusiasmo e suas formas de tanques de oxigênio amarelos, eles falam uma língua de alta velocidade em que palavras como “banana” e “caca” surgem em meio à sons ininteligíveis. Eles apareceram pela primeira vez em 2010 no primeiro filme da franquia “Meu Malvado Favorito” e roubaram a cena ajudando o “vilão da história”. Isso se repetiu em “Meu Malvado Favorito” 2 e 3 o que fez com que. Em 2015, ganhassem o filme de origem “Minions”. Mas aqui está sua verdadeira história de origem. Dê uma olhada exclusiva nos “documentos” que revelam de onde realmente vieram os tão amados Minions.

 

A equipe encarregada de criar os Minions para “Meu Malvado Favorito” tinha como designer de personages Eric Guillon e os diretores Pierre Coffin e Chris Renaud.

Nessa imagem vemos a concepção original dos Minions como pequenos humanos trabalhadores de fábricas, principalmente para contrastar com o Gru muito mais alto, revelam seus criadores.

À medida que a história do filme foi evoluindo, os trabalhadores humanos se transformaram em robôs. A ideia era que os robôs seriam mais ingênuos e divertidos. O único olho são para transmitir um brilho de inteligência.

Os diretores estabeleceram então uma espécie de síntese robô-humana, combinando a inocência do primeiro e algo mais orgânico do último.

Fizeram uma experimentação com a cor vermelha e simplificaram a forma, o que os tornou nada orgânico e totalmente infantil. Por mais que não pareça, são eles.

O primeiro esboço de um Minion na forma como conhecemos, com os braços ao lado. Observe como o macacão encolhendo agora também sugere uma fralda ou cueca.

Fonte: Vanity Fair

Sobre Daniel Pereira

Um aquariano que vive com os pensamentos no futuro mas tem grande apego com o passado. Apaixonado por arte e Comunicação. Seu maior defeito é fazer mil coisas ao mesmo tempo a ponto de não ter tempo pra mais nada e mesmo assim vive criando coisas novas pra fazer.

Confira também

FILME JAPONÊS LEVA PALMA DE OURO DE CANNES

O filme “Shoplifters”, do diretor japonês Hirokazu Kore-eda, recebeu no último sábado, 19, a Palma …

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: